Diagnóstico e Tratamento

Diagnóstico

O diagnóstico para Ronco e/ou Apneia do Sono é realizado após consulta médica,odontológica e exames complementares, como polissonografia e Rx.

Somente o exame de polissonografia pode determinar a presença e o grau de severidade da Apneia Obstrutiva do Sono.

Este exame é realizado em um laboratório do sono geralmente dentro de clínicas,hospitais e institutos do sono.

O paciente passa a noite em um ambiente semelhante ao de um hotel e é monitorado através

de sensores. É um exame simples, eficaz e muito benéfico ao paciente. Além disso todos os convênios brasileiros pagam por este exame.

¨Não fique na dúvida! Procure um instituto do sono. Após um bom diagnóstico terá um excelente tratamento.¨

Consulte links na home deste site.

Tratamentos

Os tratamentos são indicados de acordo com a presença e o Grau da Apneia Obstrutiva do Sono.
  • Grau leve: de 5 a 15 eventos de apneia por hora
  • Grau moderado: de 15 a 30 eventos de apneia por hora
  • Grau Severo:mais de 30 eventos por hora
Falando em distúrbios respiratórios do Sono, na ausência de apneia, podemos também diagnosticar roncopatia primária (RONCO) e também Síndrome da resistência das vias aéreas superiores(SRVAS).

Tipos de tratamentos:

  • Cirurgias
  • CPAP (pressão positiva de ar continuo)-usado para casos severos
  • Aparelhos Intra-Orais: São indicados para casos leves e moderados de apneia, para pacientes com síndromes da resistência da vias aéreas superiores e com muita eficiência para os pacientes que somente roncam. Os pacientes com apneias severas que não se adaptarem ao CPAP podem usá-lo como alternativa de tratamento.

Abaixo alguns modelos de aparelhos mais usados no Brasil e no mundo.

Os aparelhos intra-orais para Ronco e Apneia são usados somente durante o sono e reposicionam sua mandíbula (queixo) deixando mais espaço para o ar passar, diminuindo sua apneia e seu ronco.

Aparelho Intra-Oral

Características e Vantagens:


  • Pequeno

  • Confortável

  • Fácil Adaptação

  • Reduz seu Ronco.